26 de novembro de 2014

Menino ou menina?

Para a semana vou fazer a ecografia morfológica e a probabilidade de vir a descobrir o sexo do pequeno bebe-fofo que trago dentro de mim é grande. E se, logo que engravidei as vozes à minha volta se levantaram com palpites: “vem aí a menina”, “agora é que vai ser”, “se vier menina é perfeito”, “um casal é que era”,… agora com a aproximação da ecografia as vozes e os palpites intensificaram-se. E a verdade é que tento compreender, mas não gosto nada de ouvir esta tendência forçada para menina. Eu gostava de ter uma menina, não nego. Mas o palpite neste momento é para rapaz. E tenho receio de, com esta “pressão” toda não conseguir reagir\digerir a notícia de outro rapaz. Não há cá situações perfeitas, há sim filhos perfeitos, sejam eles meninos ou meninas. A ver vamos.

7 comentários:

  1. Pois, as pessoas às vezes nem se apercebem que podem ser chatas...

    ResponderEliminar
  2. Pensa que não depende de ti! Já está decidido há várias semanas! ;)

    ResponderEliminar
  3. Eu estava convencida de que iria ser rapaz e enganei-me redondamente. De qualquer forma, teria ficado feliz na mesma. Que seja saudável é, sem dúvida, o maior desejo!

    ResponderEliminar
  4. O que importa é que venha com saude ;)
    Beijinhos e tudo a correr bem
    myforeverpinkdream.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. Que venha com saúde! Isso sim é que é preciso. Acredito que no minuto que te desvendarem o sexo, as tuas preferências acabam. Vais amá-lo incondicionalmente e provavelmente já não querias de outra forma.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Talvez por nunca ter sonhado com a maternidade a verdade é que não tenho preferências. Chateia-me as pressões para ter filhos e chateia-me a dobrar a clara preferência dos que me são próximos por uma menina!!! Não entendo a loucura com o mundo cor-de-rosa quando ambos os sexos têm os seus encantos.
    Não te deixes afectar por essas pressões, há pessoas que só estão bem a chatear os outros.

    Bjokas*

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Três Quartos de Tudo © 2014-2016