15 de dezembro de 2014

Das birras e dos quereres.

Ontem antes do jogo de futebol, do qual não quero falar, fomos os três à primeira festa de Natal "oficial" do pequeno Diogo. A verdade é que, pela primeira vez, em 25 meses o rapaz se portou mal. A festa decorreu num auditório e o D. não esteve sentado 2 minutos. Só queria correr, e correr, e depois correr ainda mais. Quando não o deixávamos chorava, gritava e atirava-se para o chão como nunca nos fez antes. Estava excitadíssimo com tanta agitação. Que filme minha gente, que filme!
A solução foi deixá-lo correr e rir e brincar... fora do auditório! Aí andava ele feliz da vida!

Ai e tal só acontece aos outros, pois... pois... quando menos esperamos... pimba!

7 comentários:

  1. Cara ML e querida mamã, benvinda ao clube. A bilarina é raro fazer, mas vai daí e de vez em quando faz-me isso de preferência num local público cheio de gente e deixa-me para lá de envergonada...
    Enfim, nada de anormal nestas idades!
    Beijinhos o obrigada por me receberes tão bem na tua nova casa :D

    ResponderEliminar
  2. Nós ficamos só o tempo necessário até à "atuação" dele. Depois viemos embora. Impossível mantê-lo sentado e quieto!!!

    ResponderEliminar
  3. Pois... Eu odeio birras mas não posso dizer que o meu não as vai fazer. Acho que todas as crianças têm birras de vez em quando. Só espero saber lidar com elas da melhor forma e aí é que está a questão: qual será a melhor forma?

    Mas a minha chatice do momento é o meu filho acordar molhado todas as noites. Já troquei de marca de fraldas, de tamanho, verifico mais do que uma vez se está bem colocada... E nada parece resolver! Agora ando a pesquisar as melhores fraldas para a noite, mas não sei se haverá alguma especial... Enfim...

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  4. Ui os miúdos quando vêm muita agitação ficam louuucos!!

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  5. Uma pessoa pensa sempre 'ai se fosse comigo'.
    Mas a verdade é que só quando nos vimos nas situações é que nos apercebemos que não é tão simples assim :)


    tarasemanias.pt

    ResponderEliminar
  6. são tão queridos os nossos filhos cheios de energia para dar e vender, não é?
    :)))
    é mesmo assim, mal estamos nós por querermos que eles se comportem como adultos!
    beijinhos ;)***

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Três Quartos de Tudo © 2014-2016