13 de fevereiro de 2015

Para não esquecer.

Estava sentada no chão do quarto do príncipe D. a brincar com uma pista de carros. Ele estava deitado de barriga para baixo a brincar comigo, claro está. Entretanto, fixa a minha, já muito redonda, barriga. Arrasta-se até mim, levanta-me a camisola e dá o beijinho mais ternurento que recebi. Acho que até o mano sentiu o amor com que foi dado. E tem este gesto assim do nada. Ma-ra-vi-lho-so. Se isto não é o melhor do mundo, então não sei o que possa ser.

12 comentários:

  1. Respostas
    1. ML diz-me se já viraste o Diogo para a frente na cadeira da Cibex e se ele se deu bem.. É que a minha pequenita já tirou as fitas dos ombros em andamento mais que 1 vez, e eu só dou conta no destino pois não a vejo. É que andar virada para trás mas mal segura pelas fitas, não tem interesse!
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Um amor, é o melhor do mundo sem dúvida :)

    ResponderEliminar
  3. Não há nada melhor do que a ternura. :)

    ResponderEliminar
  4. A sério Isa? E estavam bem presas? O Diogo anda ainda virado para trás e na Cybex isso nunca me aconteceu. Já me aconteceu na cadeira que tenho no meu carro que é Chicco, mas acho que foi quando as fitas estavam largas.

    Como ele anda bem virado para trás ainda não o mudamos. Talvez quando nascer o mano, se ele se quiser sentir especial e "grande" e pedir talvez o vire. Se não estava a pensar fazê-lo no verão.

    Beijinhos e depois diz se a mudaste ou não e como correu. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estavam bem apertadas! Aliás o meu marido até me andava a chatear porque achava que devíamos deixar as fitas mais largas! É que já me aconteceu umas 3 vezes! Ela encolhe-se e consegue tirar os braços!

      Eliminar
  5. Ai Isa... sendo assim eu acho que a tentava mudar, e virá-la para a frente! :o

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Três Quartos de Tudo © 2014-2016