17 de julho de 2015

O melhor do meu mundo?

Ser mãe. Tão simples.

Se há dias em que pareço uma mamã à beira de um ataque de nervos? Sim há. Muitos, demasiados às vezes. Mas depois paro, penso e olho para os dois juntos e tudo parece resolver-se. Hoje, por exemplo, a noite não foi fácil, o Dinis estava com apetites e mamou às 21h, 02:30h, 04:30h, 06:30h e 8:30h. Eu acordei cheia de dores nas costas. Mas agora estou aqui com eles, deitados no chão da sala, a rir e a sorrir. A apresentar os manos um ao outro, e a ensinar-lhes brincadeiras e a mostrar que os miminhos se fazem devagarinho e não à bruta como o Diogo gosta de fazer. E sorrio. Sorrio muito pela sorte que tenho.

Pareço bipolar, eu sei. Uns dias bem, e com infinita paciência e outros em que só me apetece fugir, e gritar. Mas ser mãe também é isto, ou não?!

7 comentários:

  1. Não sou mãe e sou muito bipolar...imagino sendo mãe e estando em mudanças como tu! O stress deve ser mais que muito...mas são estes pequenos momentos que deves pensar que final a neura de ontem nada tem a ver comparando com a felicidade dos dois juntos ;)

    ResponderEliminar
  2. É sim!! É a privação do sono que nos deixa doidas...

    ResponderEliminar
  3. completamente de acordo! É mesmo isso.

    ResponderEliminar
  4. Também me acontece tantas vezes!
    É ir do inferno ao céu apenas com um sorriso :)

    Beijinhos,
    Carolina

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Três Quartos de Tudo © 2014-2016