10 de janeiro de 2016

As birras cá de casa – parte 1

A fase das birras dá com os pais em doidos.  Quem é mãe e quem já passou por esta fase sabe do que falo. Às vezes não sei se chore ou se ria quando cá por casa somos brindados com uma senhora dona birra. Os motivos são os mais variados e são aqueles que, a nós pais, nunca nos passariam pela cabeça. Mas pela mente dos nossos filhos em idade de birras passa tudo. Tudo! Não os subestimem! E por esse motivo, sempre que me lembrar vou registar os motivos das birras que, esporadicamente, vão passando cá por casa. Porque um dia vou-me rir disto. Eu sei que sim.

Sexta-feira, 08 janeiro 2016, 18 horas.
Cheguei a casa com os dois principes. Estava sozinha, com sacos e mochilas. Cansada, após a primeira semana de trabalho. Chuva. Muita chuva, dia cinzento. Pequeno baby D. no colo, mochila nas costas e carteira a tira colo. Diogo pela minha mão. Entramos em casa.
Ligo a luz.

Diogo – Luz não!!
ML – Luz não? Ficamos às escuras?
Diogo – Sim!! (E apaga a luz)
Diogo – Mamã, escuro nãooooo. (Começa a chorar,  aquele típico choro de birra forçado e não para mais)
Ligo a luz.
Diogo – Luz não!!!
Apaga a luz.
Diogo – Escuro não!
Acende a luz.
Diogo – Luz não!!!
ML – Pronto Diogo, a mamã e o bebé vão subir as escadas com luz porque gostamos e tu ficas aí a decidir o que preferes combinado?

Subo as escadas e tento ignorar o choro e os berros. Diogo fica sentado a chorar, já nem sabe bem porquê. 10 a 15 minutos depois sobe as escadas, com a luz acesa, como se nada se tivesse passado. Chega bem disposto ao pé de mim.
Wtf?! O que é que lhes passa pela cabeça, hein?!

11 comentários:

  1. Lol... Ai o que me ri! Eles não sabem mesmo o que querem. Às vezes estão tão cansados que as birras são porque sim e porque não!!

    ResponderEliminar
  2. Já passei essa fase duas vezes e nunca consegui compreender o que lhes passa pela cabeça.

    ResponderEliminar
  3. Eu devo dizer que tenho muito medo dessa fase, quando ela chegar. Acho que vai ser preciso um pote de paciência, coisa que sei que não abunda em mim. Para já, a Pimentinha vai fazendo umas birritas mas nada de muito grave, mas sei que lá chegará.

    ResponderEliminar
  4. Não podes cobrar lógica adulta das crianças.
    Mas também é por isso que elas são encantadoras!
    E um dia vais sentir saudades do tempo em que as suas birras desapareciam tão depressa quanto apareciam. Saudade de os ver bem dispostos assim, do nada :)

    ResponderEliminar
  5. Sei exactamente do que falas. Tive direito a 4 meses inteiros de birras monumentais. Não falhou um único dia, mais do que uma vez ao dia. Os motivos? Vários, os mais impensáveis.
    Mas já passaram e consegui sair desta fase relativamente sã da cabecita! :D ahahah

    ResponderEliminar
  6. Identifico-me a 500%! Meu Deus, digo o mesmo, ás vezes não sei se ria se chore.
    Estou numa fase de total desespero... um dia destes fui o caminho da creche até casa a chorar de desespero! Fui buscá-lo à creche e não queria vir embora, esperei mais de meia hora para ver se ele mudava de ideias, desisti! Fez tamanha birra que até ficava sem ar a chorar!
    E tentar encaixá-lo na cadeirinha do carro com ele a espernear e a chover a potes?
    MEU DEUS! Ás vezes é o desespero total! Nesse dia foi a gota d´água, chorei...
    Espero que passe rápido esta fase, tem sido muito, muito difícil.

    ResponderEliminar
  7. ahahhahaha :) São as birras sem razão :)

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Três Quartos de Tudo © 2014-2016