31 de março de 2016

Do segundo filho. Coisas de mãe.

Quero tanto mas tanto ser justa com os dois, dar na mesma medida, empenhar-me com o mesmo sentido porque o amor é igual. O amor é igual. Simples. Disso não tenho a mínima dúvida. Mas o cansaço esse é não é igual, e por vezes trai-me e parece que não dou o mesmo agora ao mais pequeno que dei na altura ao mais velho. E pensar nisso dá-me cabo dos nervos. 

11 comentários:

  1. Também muitas vezes penso assim mas temos que nos conformar, pois acaba-mos por nos sentir culpadas e isso não é bom! beijos

    Meu cantinho Lusitana*Blog

    ResponderEliminar
  2. Mas isso faz parte de ter mais que um filho! Calma! Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Eu tenho duas, de 8 e 10 anos...a disponibilidade não é a mesma. É normal. São dois.

    ResponderEliminar
  4. Não te sintas culpada, isso deve ser normal, se um dá trabalho imagino dois...
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  5. Comigo acontece o mesmo mas com a diferença de que não me faz confusão, não me entristece nem me culpabiliza.
    A família cresceu, o tempo é mais curto, o cansaço maior, a paciência menor mas o amor que se vive é infinitamente maior. A família vive com mais amor, mais cumplicidade, mais gente :)
    Um segundo filho é uma dádiva para todos. O que se ganha compensa tudo o resto.

    ResponderEliminar
  6. Não dás, nem podes dar! Antes, só tinhas um filho, agora tens dois. Só podes comparar a atenção dada aos dois agora, no presente. ;)
    Um beijinho!

    ResponderEliminar
  7. Não podes fazer essa comparação, não é justo para ti, porque não és a mesma mulher e és muito mais mãe. :)

    ResponderEliminar
  8. Não te martirizes com isso, é normal não teres tanto tempo e paciência, o amor passou a ser a dobrar tal como o trabalho! Se um já cansa, dois então ... Força, com amor tudo se faz.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  9. Dás o que tens e o mais novo não tem termo de comparação.

    Está de certeza a adorar o AMOR que recebe da mãe. E este não tem medida!

    Bjs,
    Paula


    Vida de Mulher aos 40

    ResponderEliminar
  10. É impossível, por mais que se tente, dar o mesmo aos dois. São crescimentos em alturas diferentes e com disponibilidades diferentes. E não te martirizes com isso.

    ResponderEliminar
  11. Acho que não é comparável. O teu filho mais novo também tem um irmão para brincar e partilhar, coisa que o teu filho mais velho não teve nessa altura :) Vai-se tudo adaptando... e diferenças não significam injustiças.
    ​​
    Givaway no blogue

    nem mais nem menos | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Três Quartos de Tudo © 2014-2016