23 de abril de 2017

Mudar de vida.

Ou os meus olhos instintivamente procuram notícias, relatos e diários de pessoas, e famílias que mudaram radicalmente de vida, ou a verdade é que há cada vez mais gente que muda mesmo de vida, pois só isso justifica as muitas notícias e relatos que vou lendo ultimamente. São mulheres, alguns homens, famílias inteiras que se vão cansando desta vida de corre, corre diário. Desta vida onde o tempo é todo contado, onde os relógios não param. Pessoas que se cansam e que arriscam tudo e mudam. Mudam e conseguem voltar a por ordem nas verdadeiras prioridades da vida: família, tempo,... Ás vezes, invejo essas pessoas.

17 comentários:

  1. Sempre tive medo de certas mudanças, mesmo que as desejasse, mas sabia que iriam alterar todas as minhas rotinas, que ia sair da chamada "área de conforto" e isso era algo que me deixava insegurança. Gosto de saber com o que posso contar, não me sinto bem na corda bamba, não lido bem com a incerteza do amanhã.
    E ao ler relatos de pessoas que ousaram mudar, penso "Porra, devia ser assim!". Atualmente, penso muito em mudar de rumo na área profissional, mas depois vem a incerteza... os medos... e deixo-me ficar. Infelizmente. Mas não sou pessoa de arriscar tudo e siga para a frente.

    ResponderEliminar
  2. Também invejo quem tem essa capacidade. Infelizmente com o aumento das responsabilidades (casa, filhos, etc....) é muito mais difícil tomar uma decisão dessas. É difícil assegurar o orçamento mínimo para a manutenção das coisas. Sempre achei que para mim teria de encontrar algo que pudesse fazer no meu tempo livre e ser algo como um side-business, no entanto adorava poder trabalhar à distância, mesmo que para alguma empresa, e mudar-me para o campo. Há vários tipos de mudanças e alguns que nos parecem mais a nossa cara que outros. Ainda não desisti de tentar, mas sei que estou longe. Um passo de cada vez... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo isso Analog Girl um passo de cada vez. E sim com casa, filhos, e outras responsabilidades torna-se muito mais difícil esta decisão. Estas mudanças têm de ser muito mais ponderadas.

      Eliminar
  3. Eu estou ansiosa por mudar completamente. Por mudar da minha zona suburbana para o meu interior norte.

    ResponderEliminar
  4. O meu marido fê-lo! Desde o início deste mês que é fotógrafo (nada a haver com a profissão que exercia até então). Formou-se, desgastou-se a trabalhar 7 dias/semana para conseguir perceber se era aquilo que queria. Agora só faz isso. Teve a coragem que eu não teria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que corajoso! Adoro! As maiores felicidades! :)

      Eliminar
  5. É difícil mudar, traz duvida e muita incerteza. Revejo-me um pouco nisto mas a nível profissional, não estar totalmente satisfeita mas também não saber que outro caminho escolher... :) vidas ... e vai-se deixando andar e o tempo passa...

    ResponderEliminar
  6. Em tempos arranjei coragem para mudar de vida. Hoje ando a ganhar coragem para mudar de vida novamente - noutro sentido. Talvez seja uma eterna insatisfeita. Mas com o tempo a vida muda, nós mudamos e os nossos objetivos também.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu és daquelas pessoas que me inspira!

      Eliminar
  7. Eu sou uma medricas, confesso! As grandes mudanças assustam-me, embora até gostasse de mudar. Quem sabe um dia não ganho coragem?
    :)

    ResponderEliminar
  8. Sempre que tenho oportunidade de viajar fico com ganas incríveis de correr o mundo! Às vezes apetece mesmo mudar.

    ResponderEliminar
  9. Ha muito tempo que não parava por este mundo dos blogs. E hoje resolvi espreitar alguns blogs que seguia. E vejo o teu post e como compreendo. Eu era assim cheia de medos e receios. 11 fazia a mesma coisa, gostava mas perguntava se era isto que eu queria para o resto da minha vida. Resposta fácil não. Este ano a minha vida mudou. E arrisquei. Mudei de trabalho, um novo desafio. Para já não me arrependo.

    ResponderEliminar
  10. Não é fácil...é preciso muita força para mudar...

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  11. Que giro, somos tantas e com tantos sentires diferentes sobre o mesmo assunto. Há aqui tantas pessoas corajosas, que inspirações! :)

    ResponderEliminar
  12. O meu último acto de coragem foi no sentido inverso, pôr os meus projectos em pausa para ser mãe a tempo inteiro. Foi uma decisão arriscada no sentido que sei que novos recomeços podem ser complicados (perda de ritmo, idade ...) mas foi a melhor escolha que fiz, a que fez e faz mais sentido para nós. Quem analisa bem as possíveis consequências dos seus actos, mudar é bom!

    ResponderEliminar
  13. Trabalhava á 9 anos no mesmo local, um dia decidi mudar. Arrisquei na mesma empresa mas sem posto fixo, 2 meses depois vim para aqui onde estou á quase 1 ano - já não são 60km ir e voltar mas 12.
    Casa mais pequena mas com terraço.
    Pequenas mudanças com diferenças no tempo de qualidade e dinheiro mas um dia largo tudo e faço-me ao Mundo :)

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Três Quartos de Tudo © 2014-2016