30 de dezembro de 2014

Feliz 2015.

Que o novo ano que aí espreita venha repleto de amor, saúde, desejos concretizados, e muitos sorrisos! Um feliz 2015, recheado com tudo o que merecem.

© http://tresquartosdetudo.blogspot.pt/

27 de dezembro de 2014

Coisas que penso.

Às vezes sou mesmo feliz, caramba. E não é preciso muito esforço. Príncipe FM, bebecas Diogo, sentir bebé mais pequenino no quentinho da minha barriga, pais e irmão por perto, e sou uma mulher feliz.

O Pai Natal portou-se bem e ao que parece eu também!

 
Agora é arrumar tudo e guardar mais de metade dos presentes que o príncipe Diogo recebeu. Vai ter direito a presentes novos durante todo o ano, que isto tudo de uma vez é um exagero.

26 de dezembro de 2014

O Natal com o rei na barriga!

O Natal, é sem dúvida, uma época maravilhosa, e este ano em particular tentei aproveitar cada sorriso, cada mimo e cada minuto rodeada das minhas pessoas. Com os seus 25 meses o pequeno Diogo já vibrou com o Natal e já deixou os papás descansarem e gozarem também estes dias. Mais do que os presentes, foi a festa e também as brincadeiras com as primas, primos e tios que fizeram o meu pequeno príncipe sorrir e aguentar valentemente estes dois dias repletos de festa e agitação. 
Cada vez mais, dia após dia, comprovo a sorte que tive na pessoa que escolhi para criar a minha família. Sou imensamente mais feliz porque ele está cá, comigo. Ao meu lado. Sempre. E conhece-me como ninguém! (E este meu Pai Natal acertou em todas as prendas! Zero trocas! Uau!)
Senti-me preenchida, realizada e literalmente com o rei na barriga. :)

© http://tresquartosdetudo.blogspot.pt/

23 de dezembro de 2014

A todos um bom Natal... Que seja um bom Natal... Para todos nós!

© http://tresquartosdetudo.blogspot.pt/

Baby Diogo na sua primeira vez no circo. Love it.

22 de dezembro de 2014

Terceiro dia.

Já não me lembrava de estar com tamanha constipação. Terceiro dia em casa, rodeada de lenços de papel, mantas e chás. Tudo agravado, pelo facto, de às 24 semanas de gravidez, só estar autorizada a tomar ben-u-ron. Estou verdadeiramente ko.

21 de dezembro de 2014

A estátua do Ronaldo.

Uma pessoa abre o facebook, e toma conhecimento que o mister Cristiano Ronaldo tem, a partir de hoje, uma estátua na sua terra natal: a Madeira. Pois que os primeiros comentários que invadem esta notícia são pérolas do género: "Mais valia homenagearem bombeiros e médicos que salvam vidas todos os dias",  "e para as vítimas das cheias da Madeira não há nada?", e blá, blá blá.... mas esta gente tem cérebro? O que é que uma coisa tem a ver com a outra? Tanta inveja, mas tanta inveja. Nunca estão bem com o que têm, nem valorizam o que de bom temos, caramba.

20 de dezembro de 2014

De ser mãe.

Hoje o meu pequeno príncipe, no auge dos seus 25 meses vai pela primeira vez ao circo. E eu mãe galinha, babada e saudosista estou para aqui enrolada em roupões, e mantas e chás e muitos lenços de papel. Sim, vou faltar a tamanho acontecimento do meu pequeno, e estou com o coração pequeno, pequeno,... que só visto.

[Durante muitos anos, o meu pai levava-me a mim e ao meu irmão ao circo, sempre nos dias 23 ou 24 de dezembro. E os dois delirávamos. Era uma tarde passada com pai, enquanto a mãe ficava a encher a casa de doces e cheirinho a Natal. Há memórias de infância que nunca se apagam. E ficam connosco, sempre.]

19 de dezembro de 2014

Coisas de mulheres. Somos mesmo especiais.

Presentes de Natal: check!


E parece-me que todas os presentes estão escolhidos e comprados. Que comece o Natal. :)
A lista este ano foi longa, temos a sorte de ter uma família grande e que se reúne toda na noite da consoada. Só para terem uma ideia, este ano a lista de presentes chegou quase às 40 pessoas. Muitas pessoas. Todas levam um miminho, uma lembrança, um carinho, um presente comprado a pensar em cada uma. Com especial atenção com as crianças,... afinal elas fazem o Natal!

18 de dezembro de 2014

Um T2... para 4.

A verdade é que se me perguntarem o que eu quero para o Natal, e sem pensar no óbvio que desejo do fundo do meu coração (muita saúde para mim e para todos os que me rodeiam), eu gostava de mudar de casa. Adoro o nosso apartamento. Cheio de luz, quentinho, moderno, varandas em todas as divisões, e repleto de mordomias que nos faz sentir bem. Mas é um .. T2. E vamos ser 4... sei bem que vamos ter dois príncipes, mas mesmo assim adorava ter a possibilidade de decorar um quarto para cada um.

Mas, nestas coisas de vendas, compras e empréstimos sou uma medricas. Acho sempre que não há alturas ideais e conto todos os tostões. E depois penso, uma casa maior (maior a prestação) versus uma casa menor (vida mais desafogada, viagens e férias e compras)? O que valerá mais?

Retrospetiva.

1 de janeiro de 2012, eu e a minha pessoa fomos viver juntos, oficialmente. Nesse mesmo mês engravidei. Em outubro de 2012 fui mãe e vivi das melhores sensações e sentires de sempre. 2013 foi o ano de assentar a vida, de respirar e de viver o nosso bebé. Foi o ano de nos recriarmos como família de três.
Em 2014, batizei o Diogo e casei com a minha pessoa, a que me preenche completamente. Eu casei! Ca-sei! E eu fui de viagem de lua de mel a Nova York e vim de lá grávida do meu segundo pequeno príncipe.  Eu tenho tido uns anos do caraças, sempre junto das pessoas que mais amo. E só tenho de agradecer, agradecer e agradecer outra vez e valorizar sempre muito e muito.

17 de dezembro de 2014

Cadeira auto: Cybex Sirona

[E porque tenho recebido imensos pedidos para voltar a publicar posts com as minhas sugestões, sobre coisas diversas da maternidade, aqui fica o primeiro deles.]

[Atualização: o baby Diogo hoje tem 25 meses e continuamos super satisfeitos com a cadeira. E ele continua a andar no sentido inverso ao da marcha.]



Depois de 9 meses no babycoque, o baby D. vai conhecer nestas próximas férias a sua próxima cadeira de viagem. A escolha não foi nada fácil, as opções de mercado são imensas e com um leque de preços descomunal. No entanto, tínhamos requisitos dos quais não prescindíamos: andar no sentido inverso da marcha durante o mais tempo possível era o primordial.
A oferta de mercado que cumpre este ponto é reduzida, e a maioria das cadeiras que analisamos ficam logo pelo caminho uma vez que apenas permitiam o andar virado para trás até aos 13 kgs. No nosso entender era muito pouco e queríamos ter a liberdade de o manter nessa posição mais tempo. O baby D. no auge dos seus 9 meses está com 75 cm e 10,100Kg.
A nossa escolha recaiu pela Cybex Sirona. Mal a vimos ao vivo na loja, ficamos rendidos apesar de ultrapassar o orçamento que tínhamos em mente em larga escala. Mas esta cadeira transmite uma segurança, um conforto que depois de a ver era difícil mais alguma nos agradar.
Sistema isofix, cadeira pode andar voltada para a frente e/ou ao contrário da marcha até aos 4 anos aproximadamente. É possível rodá-la 270º, o que facilita por exemplo a instalação do bebé, pois podemos virá-la para a porta. 
A escolha está feita, o baby D. parece que gostou dela e já está encomendada! Agora é esperar que o baby D. atinja os 18 kg bem perto dos 4 anos, para lhe dar o devido uso! [Não sei porquê mas a este ritmo parece-me que o rapaz aos 3 anos já despacha a coisa... lolol] :)

A CYBEX Sirona (de 0 a 18kg, até aos 4 anos aproximadamente) obteve, na sua categoria, a melhor pontuação no Teste Europeu de Sistemas de Retenção de Crianças 2013 - Eurotest


15 de dezembro de 2014

Das birras e dos quereres.

Ontem antes do jogo de futebol, do qual não quero falar, fomos os três à primeira festa de Natal "oficial" do pequeno Diogo. A verdade é que, pela primeira vez, em 25 meses o rapaz se portou mal. A festa decorreu num auditório e o D. não esteve sentado 2 minutos. Só queria correr, e correr, e depois correr ainda mais. Quando não o deixávamos chorava, gritava e atirava-se para o chão como nunca nos fez antes. Estava excitadíssimo com tanta agitação. Que filme minha gente, que filme!
A solução foi deixá-lo correr e rir e brincar... fora do auditório! Aí andava ele feliz da vida!

Ai e tal só acontece aos outros, pois... pois... quando menos esperamos... pimba!

14 de dezembro de 2014

Porto.


Mais logo, todos os caminhos vão dar ao Dragão. Por aqui já não se pensa noutra coisa. 
Sempre Porto. :)

Mágico.

Sentir o meu bebé mais pequenino a dar pontapés e a mexer-se dentro de mim é das sensações mais mágicas que já senti. São estes sentires que me deixaram tantas saudades de estar grávida. É uma sensação indescritível.

13 de dezembro de 2014

Perdida na... Benetton, para os meus rapazes.




Para o Natal já está tudo comprado, por isso agora espera-se pelos saldos.

A escolha do nome do bebé.

A escolha está ser difícil, acho que ainda mais do que quando foi do baby Diogo. O facto de ter muitas crianças próximas acho que não ajuda. Há muitos nomes que me fazem lembrar alguém, e eu não queria isso. Queria um nome que fosse exclusivo do meu bebé mais pequeno. Nem que essa exclusividade fosse apenas no círculo de amigos e família próxima. Hoje, gosto de Martim e Dinis.

Deste sábado.

Depois de ontem ter sido noite de jantar de natal com os colegas de trabalho, com muitos sorrisos e boa disposição, hoje é dia de sofá, de mimo e de aconchego em casa, com os meus. Vou aproveitar para organizar fotos (centenas de fotos esperam em pastas e mais pastas no portátil para serem catalogadas). Vou também organizar e limpar o computador, os links, os sites, e blogues,... a quantidade de "tralha" que vamos acumulando é impressionante.

8 de dezembro de 2014

Nova York... em puzzle!

 © http://tresquartosdetudo.blogspot.pt/

Por cá adoramos puzzles, mas há um que nos tem esgotado a paciência. O puzzle do Empire State de NY. Nem a nossa paixão assolapada por esta cidade, nem a vontade enorme de o terminar e fazer dele uma tela nos tem conseguido motivar. A verdade é que ele é gigante e ocupa imenso espaço, o que faz com que tenhamos de ter a mesa da sala por conta dele. E agora, com o aproximar do Natal, mais uma vez tivemos de desfazer a parte que já estava completa, para ter espaço na mesa. A coisa não está fácil de terminar, ai não não!

Em dia de feriado...

... não imaginam o bem que me está a saber estar a uma 2.ª feira em casa. Tomar o pequeno almoço descansada, vaguear pelos blogs e pelas notícias do dia, sem pressas... brutal! 

7 de dezembro de 2014

O Porto vestiu-se de Natal e nós adoramos!

 © http://tresquartosdetudo.blogspot.pt/

 © http://tresquartosdetudo.blogspot.pt/

© http://tresquartosdetudo.blogspot.pt/

6 de dezembro de 2014

O melhor ajudante do Pai Natal.

© http://tresquartosdetudo.blogspot.pt/
Porque adora empurrar o carrinho. Porque adora tudo que tenha rodas: sejam carrinhos, motas, triciclos, e até os cestos e carrinhos de compras. Porque é o meu bebé. Porque é lindo e cada vez mais um companheiro.
[Baby Diogo. 25 meses.]

4 de dezembro de 2014

Nomes de menino.

E a dificuldade que estou (estamos!) a ter na escolha do nome do príncipe mais pequenino?
Aqui fica o top 20 de registos do ano de 2013 (aceitam-se sugestões):

  1. João 
  2. Rodrigo 
  3. Martim 
  4. Francisco 
  5. Santiago 
  6. Tomás 
  7. Guilherme 
  8. Afonso 
  9. Miguel 
  10. Gonçalo 
  11. Duarte 
  12. Tiago 
  13. Pedro 
  14. Gabriel 
  15. Diogo 
  16. Rafael 
  17. Gustavo 
  18. Dinis 
  19. David 
  20. Lucas
O meu top 6 de nomes para menino encontra-se nesta lista... mas a indecisão é tão grande... e o peso responsabilidade de dar um nome a alguém tão especial, é do caraças!

3 de dezembro de 2014

Menino ou menina?

... e ao segundo dia do mês de dezembro de dois mil e catorze descobri que vou continuar a ser a princesa da casa e mais um menino vem caminho. Bolas, carros, playstation, conversas de rapazes... :p A cor predominante continuará a ser o azul! Vamos deixar aqui a mãe digerir! Já voltamos! :)

[Estamos a construir uma família linda cá por casa, essa é que é essa!]

1 de dezembro de 2014

Coisas que penso.

Amanhã é dia de ecografia morfológica. Não posso negar que estou ansiosa. Esta ansiedade, e nervosismo antes das consultas importantes é das (poucas) coisas que não se alteraram relativamente à primeira gravidez. Que tudo esteja bem, comigo e com o bebecas, é o que desejo.

30 de novembro de 2014

Coisas que penso.

O presente que mais me dá satisfação receber no Natal é roupa… mas este ano... grávida... não consigo sequer colocar essa hipótese. Neste momento, às 21 semanas, o meu tamanho é M/L quando normalmente é S/M. E optei por nem sequer experimentar nada para não ficar frustrada. Nem vou estar a investir em mais peças de tamanhos que não são o meu pois espero por esta altura no próximo ano já estar novamente “em forma”. 

Balanço:
Início de gravidez: 50 kgs
21 semanas: 54 kgs

O Natal chegou cá a casa! Ho ho ho!

© http://tresquartosdetudo.blogspot.pt/
© http://tresquartosdetudo.blogspot.pt/
© http://tresquartosdetudo.blogspot.pt/
© http://tresquartosdetudo.blogspot.pt/
E não há casa que não fique mais acolhedora nesta altura do ano. :)

26 de novembro de 2014

Menino ou menina?

Para a semana vou fazer a ecografia morfológica e a probabilidade de vir a descobrir o sexo do pequeno bebe-fofo que trago dentro de mim é grande. E se, logo que engravidei as vozes à minha volta se levantaram com palpites: “vem aí a menina”, “agora é que vai ser”, “se vier menina é perfeito”, “um casal é que era”,… agora com a aproximação da ecografia as vozes e os palpites intensificaram-se. E a verdade é que tento compreender, mas não gosto nada de ouvir esta tendência forçada para menina. Eu gostava de ter uma menina, não nego. Mas o palpite neste momento é para rapaz. E tenho receio de, com esta “pressão” toda não conseguir reagir\digerir a notícia de outro rapaz. Não há cá situações perfeitas, há sim filhos perfeitos, sejam eles meninos ou meninas. A ver vamos.

25 de novembro de 2014

Pai Natal estás aí?


«Estávamos juntos há oito meses quando decidimos partir para o outro lado do mundo. Após uma primeira novela juntos, embarcámos na nossa primeira grande aventura a dois e ficámos fora quase quatro meses: Tailândia, Cambodja, Filipinas, Malásia, Vietname e, ainda, um pulinho à Austrália. Levámos apenas uma mochila às costas, uma viagem de avião e uma noite de hotel marcadas. O resto deixámos nas mãos do acaso. Houve coisas que correram bem, outras nem por isso. Descobrimos uma das praias mais bonitas do mundo, dormimos num hotel de prostitutas, nadámos com um tubarão-baleia e quase nos perdemos no meio do mar. Apanhámos sustos de morte e fizemos amizades para sempre. Nesta viagem, conhecemo-nos um ao outro, verdadeiramente, nos bons e nos maus momentos, esperando que a vida nunca nos separe.»

Este livro desperta-me sonhos, e uma tremenda curiosidade. Não apenas por simpatizar com os protagonistas mas principalmente porque adoraria um dia fazer uma viagem destas com a minha pessoa. Quem sabe... um dia!

24 de novembro de 2014

Caso Sócrates.

Não gosto de falar de política, mas a verdade é que mais do que qualquer outro tema, este diz-nos respeito a todos de uma forma direta. Todos os meses desconto do meu ordenado (que tanta falta me faz!) taxas e mais sobretaxas que dizem alguns vão ajudar o país a sair do buraco em que se meteu. Eu não sei quem é o culpado, certamente que não há um só culpado mas que a justiça conseguiu surpreender-me e dar um primeiro passo isso não posso negar! Quem acreditaria há uns meses atrás se eu dissesse que um ex-primeiro ministro português ia estar neste momento em prisão preventiva? Ninguém! E sim, não sou daquelas que consideram o senhor um coitado e uma vítima indefesa no meio deste circo. Porque há mais que lá deveriam estar, acredito nisso mas... estar lá pelo menos um (para já) é uma luz no meio do caos em que vivemos há anos.

Pai Natal estás aí?


1.ª opção: Canon PowerShot S110

ou


2.ª opção: Sony Cyber-shot DSC-830S

23 de novembro de 2014

Coisas várias e o Natal.

Preciso urgentemente de começar a orientar a lista de presentes de Natal que tenciono oferecer este ano. Por cá somos sempre muitos: tanto adultos como crianças. E apesar de já ter começado a comprar algumas coisas, começo a perder noção do que tenho e do que não tenho já comprado. Para mim comprei uma agenda toda catita que dá para personalizar com cores, folhas, bolsas e separadores, um dia destes mostro. Comprei também algumas peças de roupa que estou a ficar "sem o que vestir" uma vez que a barriga não pára de crescer. Mas como não sou pessoa de comprar peças exclusivas para grávidas, opto sempre por roupa normal mas que dê para sustentar esta barriguinha. 
Estou ansiosa pela noite de Natal este ano. Acho que o baby D. no auge dos seus 2 anos vai dar mais valor à data, apesar de ainda não perceber o que se passa adora estar em família, na brincadeira e gargalhadas com as primas. E esse é o verdadeiro espírito. 

22 de novembro de 2014

Pai Natal estás aí?


"Todos os dias é a mesma coisa, não quer tomar banho e foge aos berros da casa de banho. Hoje estávamos no supermercado e como não lhe comprei o que queria começou a espernear, aos gritos, a deitar-se no chão…. Uma vergonha! De cada vez que lhe digo que não pode ver televisão, começa aos berros e quer morder-me. A hora da refeição cá em casa é crítica, agora não gosta de nada e chora convulsivamente em frente ao prato. Num momento está muito bem, no outro não sei bem porquê desata aos gritos e a chorar… será preciso descrever mais cenários, ou o panorama, além de assustador, é bem conhecido dos leitores que todos os dias têm de lidar com as birras dos seus filhos? ... como deve actuar em cada uma delas: - Mantenha-se calmo perante uma birra…"

Acho que me vai fazer um jeitaço, pelo menos para perceber que não estou sozinha, nesta luta contra as "senhoras donas birras"!

20 semanas.


E num ápice, num abrir e fechar de olhos chegamos às 20 semanas. Estou aparvalhada com a passagem do tempo. Na primeira gravidez contava os dias, semanas e tudo parecia demorar uma eternidade. Registava cada novidade, cada sentir e cada movimento novo. Agora com a corrida louca que preenche os meus dias, não dou pelo tempo passar. E confesso que fora o cansaço, o sono e as tensões sempre tão baixas que me fazem andar quase sempre com a sensação de andar a cair, muitas vezes esqueço que estou grávida. E quando penso nesta corrida louca em que ando, dá-me ainda mais vontade de agarrar a minha barriga e mimar, acariciar o meu bebecas mais pequeno, e dizer-lhe baixinho que o amo muito e muito. Ainda a viagem vai a meio e esta gestão de mimo e atenção pelos dois filhos começa a fazer das suas, e a deixar-me com o coração pequenino. Ai a minha vida…

16 de novembro de 2014

Give someone the Christmas they've been dreaming of.


E pouco a pouco, o espírito natalício começa a dar o ar de sua graça. E a criança que há em mim, começa a sonhar! Gosto tanto de preparar o Natal e as surpresas para cada pessoa especial. Adoro as luzes, os cheiros, a decoração e o calor humano que se sente nesta altura. Adoro registar reações, momentos, sorrisos e alegrias! Que venha o Natal e tudo o que de bom desperta em nós!

15 de novembro de 2014

3,2,1,...

... aí vamos nós. Sem medos. Sem filtros. Numa viagem de palavras e imagens para mostrar, pelo menos,... 3/4 do meu mundo.

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Três Quartos de Tudo © 2014-2016