8 de dezembro de 2017

Às vezes, sinto falta de mim.

Abrandar. Preciso de abrandar e de respirar. Preciso de voltar a ter tempo. Preciso de me reencontrar e voltar a centrar-me na minha vida. Às vezes sinto falta de mim. Falta de pensar em mim, de ter tempo para aprender coisas novas, de ter tempo para fazer o que gosto. Sinto falta de momentos a dois com a minha pessoa e de explorar a nossa cumplicidade sem interrupções. As birras, gritos, fraldas, carros e super-heróis são giros mas cansam. Quando é que terminam as birras, as lutas e as brincadeiras loucas de super heróis e corridas? :p

Fui tia há um mês. Tia de um belo príncipe polaco. Lindo de morrer. E eu, nesta correria do dia a dia ainda não o consegui ir conhecer. Como é que sou tia e ainda não enchi o meu sobrinho de mimo e colo, muito colinho. Como é que ainda não abracei o meu irmão e lhe disse pessoalmente que a viagem da vida dele começou agora? A vida, os horários, os relógios sempre atrasados, a rotina diária que nos prende a esta correria, é lixada não é? Isso, e a história de vivermos com 22 dias de férias por ano!

25 de novembro de 2017

Chegou o Natal cá a casa!





E tudo fica ainda mais acolhedor! :)

11 de novembro de 2017

Temos cientistas cá em casa!







Cá por casa os carros, as espadas e os legos dominam as brincadeiras dos meus dois rapazes. E a verdade é que é muito difícil eu entusiasmá-los para fazerem outras brincadeiras. Às vezes acho que a culpa é minha e que devia incentivá-los ainda mais e brincar mais com eles, seja para os ajudar na pintura (nenhum dos dois se senta a fazer seja o que for por mais de 5 min), na escrita\pega do lápis,... para a leitura, etc etc.... Os trabalhos sentados não os cativam e eles estão bem é em lutas e corridas, mas este kit de ciência entreteve-os uma boa parte da manhã! Que bela surpresa, sim senhor!
O que já não é surpresa nenhuma é o caos que fazem sempre que embarcamos em brincadeiras destas! Ai paciência!

4 de novembro de 2017

Amamentação.

E completamos 2 anos e meio de amamentação. Dois anos e meio de uma cumplicidade única que vai deixar saudades, muitas saudades. 
Foram 6 meses de amamentação em exclusivo e dois anos e meio de amamentação. O meu Dinis nunca teve chupeta, nunca quis biberão, mamar era o seu conforto, era o melhor do mundo. 
O meu bebé cresceu e deixou de pedir "a maminha". E eu vou ter saudades. ♥ 

[O meu Diogo apenas mamou 5 meses, depois apareceu o biberão e deixou de pedir e querer. Nunca pensei que o meu segundo bebé fosse tão diferente. :)]

1 de novembro de 2017

A festa dos 5 anos. ♥

O meu príncipe mais crescido já completou 5 anos. E sim, teve a Dino party que tanto sonhou. Adorou e esteve sempre muito feliz o dia todo.
A novidade relativamente aos anos anteriores foi o facto de ter pedido para convidar os amigos da escola. Foi a primeira vez que pediu e se mostrou interessado. E pediu muito para ser uma festa em casa. Queria brincar no quarto, com os seus brinquedos e assim foi. Desejos concretizados. Esteve de tarde com os amigos (10!!!) e à noite com a família e tivemos um menino muito feliz o dia todo. ♥


Mais uma vez preparei tudo, duas festas num só dia. Foi cansativo, muito cansativo. Mas não nego que estas coisas me continuam a dar muito prazer fazer. ser eu a fazer. :)

5 de outubro de 2017

Dino party. Ou não!

O mês de outubro é especial. Muito especial cá por casa. É o mês em que me tornei mãe. É o mês do meu piratinha mais velho. Vai fazer 5 anos! Cinco. Caramba, cinco é mesmo muito. Uma mão cheia: um, dois, três, quatro, CINCO!  
Como sempre é aqui a mamã que prepara tudo para a festa, mas este ano não está fácil. Andamos desde o verão a tentar decidir o tema da festa, depois de muitas ideias o tema "dinossauros" parecia ter ganho e eu já andava a inspirar-me no maravilhoso mundo do Pinterest. Até que.... hoje acorda e diz que quer é muito, muito, uma festa dos "Power Rangers". Quê?! "Power Rangers"?! 
Isso é lá tema de festa! O poder argumentativo da mamã vai ter de entrar em ação.


1 de outubro de 2017

Sem tempo.

Caramba, que o mês de setembro passou num abrir e fechar de olhos. Ainda estamos em fase de adaptação a rotinas novas pós férias e, setembro já voou! Incrível.
Ando sem tempo, e isso não é particularmente uma novidade mas a verdade é que esta correria desenfreada na tentativa de chegar a tudo anda a cansar-me. Este setembro trouxe mudanças. Mudanças e decisões. Uma das quais e depois de muita indecisão foi manter o mais novo mais um ano ao cuidado e mimo da avó. Tal como o irmão irá avançar para a pré-escola apenas com os 3 anos completos. O Diogo esse já retomou as rotinas: está na sala dos 5 anos. Cinco anos! Para o ano avançará para o 1.º ciclo, ou ficará mais um ano na pré, dado que faz anos em final de outubro e será condicional. A ver vamos qual a decisão que tomaremos. Esta coisa das escolas (matrículas, decisão de qual escola frequentar, listas de espera,...) tira-me o sono.

17 de setembro de 2017

Brick Clérigos




E finalmente conseguimos uma escapadela a dois e fomos conhecer o restaurante Brick, nos Clérigos. Que boa energia este espaço transmite!
Começa logo pela longa e espaçosa mesa comum no centro do restaurante. Aquela mesa do tipo familiar que te leva logo a sentir em casa. Sim, partilhas a mesa com gente que não conheces mas se à primeira vista pode parecer estranho, no instante seguinte estás a pensar que estás em casa rodeada de amigos e família.






O espaço é super acolhedor e cheio de pormenores deliciosos: os livros e revistas à disposição. As canetas. As jarras. Os utensílios de cozinha pendurados. As especiarias e condimentos ali à mão... E quanto à comida... a comida é simplesmente deliciosa! Divinal e ótima relação qualidade preço. Restaurante super aprovado e super recomendado!

Contactos:
https://www.facebook.com/brickclerigos
Rua Campo dos Mártires da Pátria, 103
Porto



16 de setembro de 2017

Impulsos.

Quanto mais leio sobre viagens. Quanto mais leio sobre viver mais com menos. Mais me apetece mudar radicalmente de vida.

10 de setembro de 2017

Birras.

Aos 4 anos e 10 meses as birras do menino mais crescido cá de casa estão no auge. Influência ou não do mano de 2 mas as coisas têm sido desafiantes por aqui. Ontem, depois de lhe dizer pela milionésima vez que não podia fazer determinada coisa, já nem me lembro bem o quê dada a quantidade de vezes que isto tem acontecido. No meio do choro de birra, com o olhar muito triste vira-se para mim e diz:

"Já não sou mais teu amigo. E não te deixo tirar mais "trografias" ao que eu faço."

Não sei onde vão buscar a capacidade de ir buscar estas coisas e de fazer estas relações "sei-que-gostas-de-fotografias-então-vou-dizer-que-não-me-tiras-mais" mas que é assustador isso é.

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Três Quartos de Tudo © 2014-2016