28 de abril de 2015

E as saudades da barriga?

Mamã, baby Diogo e baby Dinis. Saudades. ♥
20 dias de baby Dinis e as saudades de o ter só para mim são mais do que muitas. Na véspera de fazer 3 semanas que sou mamã de dois príncipes, as saudades de estar grávida apoderaram-se de mim. Quem diria?! Não fosse o trabalho que estes fofinhos dão que vinha já outro. (Papá FM se me lês não me batas! lol) 
A recuperação deste parto foi imediata, o que ajuda a esta minha boa disposição. Se me deixassem acho que tinha vindo embora para casa no próprio dia do parto, porque me sentia super bem. Claro que as noites estão a custar, eu de noite ando tipo zombie tal é a minha necessidade de dormir, mas acredito que quando as noites estabilizarem, vou conseguir aproveitar melhor os dias com os dois filhotes. Porque para já, e depois de o papá ter ido trabalhar o mano mais velho vai de manhã para a avó (o que me custa horrores) e eu fico com o mais pequenino. Neste primeiro mês as coisas estão organizadas assim, porque o desgaste é muito. Depois quero começar a aventurar-me e criar uma rotina com os dois à minha responsabilidade. Me-do!

Nasci para ser mãe. Love it!

20 dias de Dinis, e o peso da mamã.

20 dias de Dinis, e estamos assim:

Peso antes de engravidar: 50 kgs
Peso no final da gravidez: 64 kgs
Peso 20 dias após o parto: 55 kgs.

Estamos no bom caminho. As calças de "não grávida" já me servem todas. Nada de loucuras de dietas. Aliás nada de dietas, nem poucas nem muitas, porque isto de amamentar dá-me uma fome de leão. 

27 de abril de 2015

Coisas de mamãs e bebés.

Local: Centro de Saúde.
Situação: Dia de pesagem do pequeno príncipe

Enfermeira: "O Dinis está ótimo mas a mamã está com um ar muito cansado. A mamã não dorme? Veja lá, que a mamã tem de dormir de noite para aguentar o dia."

ML: "Não, a mamã não dorme. Alguém tem de alimentar essa pequena cria linda que ainda não chega ao frigorífico sozinha!"

A sério, que acham que não durmo só porque sim?! O pequeno tem 19 dias, esteve 10 dias internado e só agora estamos a criar as nossas rotinas, no nosso mundo. A gerir os nossos timmings... e mesmo assim já nos deixou dormir de noite 4 horas seguidas. Oh pá... devo estar mesmo com um ar assustador!

24 de abril de 2015

Resumo do meu (mágico) parto.

Dinis. 08.04.2015 48 cm, 3320 gr ♥
Era quarta-feira, dia 08 de abril, o que implicava ter de me deslocar à maternidade para a consulta semanal de rotina. Estava eu com 39 semanas e 6 dias. Eram 08h da manhã e já estava eu, ansiosa por saber como estava o meu pequeno príncipe e se a hora H estava próxima ou não. Depois de me observar o meu médico disse que estava mesmo quase a conhecer o meu Dinis, e que se eu ajudasse um bocadinho com umas caminhadas iria ter um parto rápido. Mas mesmo assim, e por mero protocolo marcou-se a data da indução do parto caso o pequeno príncipe não se decidisse. Seria a 16 de abril, pelas 41 semanas. Ri-me, sorri e saí do consultório sem saber muito bem se aquele “estar próximo” se seriam dias ou horas… Fui ter com o maridão e fomos juntos passear pela baixa do nosso Porto, tomar um pequeno-almoço nas calmas, digno de reis, e depois combinamos um almoço com os avós e com o príncipe Diogo. 

Já em casa da avó, e durante as brincadeiras com o Diogo comecei a sentir algumas contrações mais fortes do que o normal. Estranhei, mas achei que tal como vieram iam desaparecer. Habituada a contrações estava eu, desde fevereiro. Brincamos, almoçamos e aquelas “moídas” chatas continuaram e cada vez mais incomodativas. Ao ponto de me levantar algumas vezes durante o almoço e ginasticar um bocado. O estar sentada começava a incomodar-me. Eram 13h e achei que estavam a ficar ritmadas e que possivelmente não passariam. Mas tudo muito suportável. Continuei o almoço. 13:45h como continuavam e já em intervalos de 7 min, decidimos ir para a maternidade. Mimamos o príncipe mais velho e saímos. 

14:15h dei entrada nas urgências com contrações de 5 em 5 mim e já bem fortes, mas perfeitamente suportáveis com ajuda de uma adequada respiração. Pedi na entrada para ser vista urgentemente porque sentia que não ia tardar e tinha comigo o meu Dinis. Fui vista, e estava com 5-6 cm de dilatação! Todos diziam que era uma guerreira e que estava aguentar muito bem. As salas de parto estavam lotadas e eu começava a desesperar de cada vez que vinha uma contração. Estava em pé, a aguardar que desinfetassem uma sala para eu puder entrar rapidamente. Entramos, pelas 15h e pouco. Estava eu com 7 cm de dilatação. 15:30h levei a epidural. Não senti dor, mas incomodou-me muito ter que estar sentada nessa altura, uma vez que já estava com contrações fortes que nem sempre conseguia controlar com a respiração. 16:00h rebentaram-me as águas, já eu estava zen com o efeito da milagrosa epidural, e desde essa altura que o bloco de partos se tornou o meu mundo, o nosso mundo e cada minuto ali foi vivido com a calma e a paz que um momento mágico destes merece. Apreciei cada instante, cada sentir, cada movimento do meu bebé que estava prestes a conhecer. 

16:34h do modo mais sereno, e inesquecível possível nasce o Dinis. O nosso pequeno rei. O pai corta o cordão, o Dinis chora e eu choro lágrimas e lágrimas de felicidade e de um amor inexplicável que tinha acabado de explodir. O meu Dinis estava connosco. Lindo, perfeito. Num parto absolutamente mágico e que me marcará para sempre. O nosso mundo estava ainda mais perfeito. Agora somos 4 cá em casa para rir e sorrir juntos, sempre. E agradecer, agradecer a sorte que temos. 

[Tão mágico que às 19h estava sentada à mesa a jantar. :)]

19 de abril de 2015

08 abril 2015

Dinis. 08.04.2015
Pelas 16:34h nasceu o Dinis. Num parto maravilhoso que nem nos meus melhores sonhos pensei ser possível. Ali, naquele bloco de partos fez-se magia. E eu (e o papá) estava lá de sorriso nos lábios a receber com todo o meu calor e amor o meu mais pequenino bem precioso. Hoje ainda não tenho palavras para descrever o parto absolutamente perfeito que tive, mas um dia destes terei. 

Entretanto sucederam-se dez (intermináveis) dias de internamento, por um “percalço” que com a força da mamã, o apoio do papá e a resistência do pequeno guerreiro vencemos. Agora a vida cá em casa é a quatro. Estamos bem, e felizes. Logo que me seja possível regresso para partilhar todos estes sentires com a calma que merecem.

A cada dia me sinto mais agradecida. A minha vida está agora ainda mais completa. ♥

6 de abril de 2015

14/52 de 2015

Caça aos ovos da Páscoa!


Esta semana ficou marcada pelo festejo da Páscoa. A verdade é que já pensava que teria o meu Dinis nos braços, mas ele quis que neste fim de semana de festa eu fosse o verdadeiro "ovo kinder" e cá continuo grávida, muito grávida e o meu principezinho no quentinho bom da mamã.
A Páscoa este ano não foi passada na aldeia como habitualmente, mas mesmo assim foi aproveitada e saboreada com a família, Houve sorrisos, sol, gargalhadas, muita brincadeira e o Diogo andou feliz da vida, na sua primeira "caça aos ovos". Era vê-lo a correr e a brincar com a primas e a guardar os ovos que encontrava num vaso que tomou como esconderijo dele. 

O melhor de tudo: o Diogo ainda não faz ideia que aqueles ovos coloridos guardam no seu interior chocolate. Sendo assim, depois de terminada a brincadeira não se importou mais com os ovos, o que fez com que eu e o papá tivéssemos assim os nossos docinhos de Páscoa! É tão bom ser criança!

"A portrait of my children, once a week, every week, in 2015"

2 de abril de 2015

13/52 de 2015



E na décima terceira semana do ano, já com a mamã "autorizada" a sair do repouso fomos pela primeira vez ao jardim zoológico! Andava ansiosa por ter esta oportunidade, e andava com umas saudades do meu pequeno príncipe que não imaginam. No entanto, a verdade é que no auge dos seus 2 anos e 5 meses o Diogo gostou mas não delirou. Pensei que daria mais valor. Mas acho que com o passar do tempo mais vai apreciar.

"A portrait of my children, once a week, every week, in 2015"

12/52 de 2015


Vamos lá colocar as fotos em atraso. Esta representa a décima segunda semana do ano. O sorriso do meu Diogo. A felicidade de andar livre, nos seus inúmeros passeios com a avó. Está numa idade linda. O seu sorriso é contagiante, Acorda e deita-se sempre feliz.

"A portrait of my children, once a week, every week, in 2015"

39 semanas! ♥

39 semanas. ♥
Não posso deixar de ficar admirada com mais esta meta atingida. 39 semanas. Quem diria?! A verdade, é que esta última semana me tem sabido muito bem. Depois de 2 meses de repouso quase absoluto, depois de dias de internamento, confesso que me ia custar sair dessa "clausura" e ter de ficar novamente em casa com um príncipe recém-nascido. Sem respirar e sem dar a atenção que o meu pequeno menino Diogo andava a precisar. Estes dias em que posso sair, respirar, e dar atenção ao meu Diogo têm-me dado energia, e muita força. Sinto-me feliz, renovada e cheia de força e energia para receber o meu mais pequeno príncipe.  Dinis estamos prontos e ansiosos por te conhecer!

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Três Quartos de Tudo © 2014-2016